Piano, Canto ou violão: saiba qual é o ideal para você - Arte Maior Escola de Música - Joinville/SC
Fusce vehicula dolor arcu, sit amet blandit dolor mollis nec. Donec viverra eleifend lacus, vitae ullamcorper metus. Sed sollicitudin ipsum quis nunc sollicitudin ultrices. Donec euismod scelerisque ligula. Maecenas eu varius risus, eu aliquet arcu. Curabitur fermentum suscipit est, tincidunt mattis lorem luctus id. Donec eget massa a diam condimentum pretium. Aliquam erat volutpat. Integer ut tincidunt orci. Etiam tristique, elit ut consectetur iaculis, metus lectus mattis justo, vel mollis eros neque quis augue. Sed lobortis ultrices lacus, a placerat metus rutrum sit amet. Aenean ut suscipit justo.
Eduardo Borba
Botão Menu Botão Fechar
Botão Informações Botão Fechar
Piano, Canto ou violão: saiba qual é o ideal para você
Postado por
Tanara Fagundes

Não é novidade que a música tem o poder de transformar vidas. Seja através do aprendizado de um instrumento musical ou por meio de aulas de canto, incluir música no dia a dia é algo que faz bem em diversos aspectos.

Além de transmitir sentimentos de satisfação, alegria e emoção, a prática de um instrumento musical influencia positivamente o bem estar do corpo.

Para você ter uma ideia, à medida que envelhecemos, o hábito de tocar um instrumento nos ajuda a manter a mente ativa e aguçada. Além disso, este hábito reduz o estresse e a pressão arterial, além de ajudar a combater a ansiedade e a depressão. 

Alguns estudos mostram que escutar música e tocar um instrumento musical estimula o cérebro e podem aumentar a capacidade de memorização.

Mas além desses benefícios, o principal, e talvez o que motive a maioria das pessoas a entrar para o universo da música é o prazer de tocar ou cantar a sua música favorita, de acertar as notas e receber um elogio por isso.

Mas aí vem o primeiro desafio: qual instrumento escolher?


Vamos te dar algumas opções de instrumentos para ajudar nesse momento, mas não se prenda somente aos que trouxemos aqui na lista, ok? Existem diversos instrumentos pelos quais você pode se apaixonar!

1. Violão, o queridinho

Essa é uma clássica primeira escolha quando se trata de se iniciar na música. E um dos principais motivos é justamente porque o violão consegue se adaptar a praticamente todos os gêneros musicais. Independente do tipo de música que você goste, do sertanejo ao heavy metal, é possível aprender a tocar sua música favorita com o violão. 

Quem aprende violão, com o tempo, pode migrar com mais facilidade para outros instrumentos de corda, como a guitarra, ukelele e contrabaixo. Com a base educacional adquirida nas aulas de violão, o aprendizado e a prática desses instrumentos acaba sendo mais fácil e fluida. 

Mas antes disso, saiba que tocar violão requer repetição! Os movimentos necessários para a execução das técnicas e as mudanças de acordes, por exemplo, são fundamentos aprimorados na medida em que são praticados. Por consequência, depois de treinar várias vezes a mesma coisa, a realização do movimento passa a ser algo natural para você. 

E sabe quanto tempo de aula você precisará fazer até tirar as primeiras músicas no violão de forma natural? Dá só uma olhada nesse conteúdo aqui, porque nós respondemos essa pergunta pra você!

2. Canto: para você arrasar dentro e fora do chuveiro

Apesar de não ser um instrumento físico, boa parte dos gêneros musicais tem a voz como um elemento essencial. Seja cantando no chuveiro ou em uma roda de amigos, o hábito de cantar é natural para a maioria das pessoas. 

A aula de técnica vocal ajuda a pessoa a respirar corretamente, até porque o ar é a “matéria prima” para o canto. Sendo assim, um cantor tem que saber muito bem como respirar, para que não fique ofegante enquanto canta. 

E para isso um professor de canto é essencial para ensinar a melhor maneira de respirar para cantar. Além disso, o professor ensinará a manter a postura correta, a encontrar o timbre ideal para você cantar e assim não prejudicar a própria voz ao longo do tempo.

O canto acaba também sendo um “instrumento” relativamente barato, uma vez que você não precisa investir em nenhum objeto físico no início e pode praticar em qualquer lugar. 

Mas talvez você ainda não ache que o canto é para você, porque você não tem o “dom” ou ache que não possui uma habilidade necessária para cantar. Mas saiba que existem diversos mitos que cercam o canto. E nós desmistificamos alguns deles aqui, para que você não caia neles e solte a sua voz!

3. Piano, o grandalhão que põe medo

O piano é aquele instrumento que gera sentimentos diversos nas pessoas. Muita gente acha que é um instrumento complexo de tocar e o associa apenas com músicas clássicas. Ficando até com um pouco de medo de se aventurar para aprender a tocá-lo.

Mas assim como qualquer outro instrumento musical, para aprender a tocar piano é preciso de prática e paciência. A diferença é que no piano foi criada uma história em sua volta, que o coloca como difícil para tocar e inacessível. 

O outro ponto é que o piano é visto por muitos apenas para tocar músicas clássicas, mas o que algumas pessoas não sabem é que a maioria das músicas são compostas primeiro no piano, isto porque ele é capaz de reproduzir as 88 notas musicais, sendo mais fácil a composição de canções. 

Deste modo, percebe-se que o piano não serve apenas para a composição de tons clássicos, mas também para diversas outras músicas. E além disso, praticamente qualquer música pode ser adaptada para uma versão no piano. Depois que você começar a dominar o piano esse pode se tornar até um desafio divertido!

Mas, como falamos acima, para dominar o piano é preciso dedicação e tempo. Um professor de piano pode até ajudar a acelerar esse processo, te passando dicas e mantendo você motivado a continuar. 

E é interessante falar que há quem acredite que aprendendo a tocar o piano, a aprendizagem de um outro instrumento se torna mais fácil. Esse seria um outro ponto positivo para o piano.

O piano é um instrumento que vai muito além da música clássica e pode ser nele que você irá se encontrar musicalmente. Veja alguns mitos que quebramos a respeito desse instrumento! 

E aí, já escolheu o que vai querer aprender?

Aprender a tocar um instrumento ou a cantar requer dedicação e tempo. Além disso, cada pessoa tem seu próprio ritmo de aprendizagem e isso não deve ser um agente desmotivador, mas sim algo desafiador.

Neste processo de aprendizagem, ter um profissional por perto é fundamental, uma vez que tentar aprender por conta própria pode causar confusão por conta das informações fora de contexto, gerando frustração e desistência de cantar ou do instrumento escolhido.

Agora, que tal abrir um dos conteúdos sobre o que mais te interessou? Foi o piano, canto ou o violão? Mas não fique só na leitura, agende uma aula experimental para sentir na pele as sensações que tocar e cantar uma música trazem!

Veja Outros
Posts
Voltar para a
listagem do Blog
Procurando nossos
cursos infantis?
Acesse aqui e veja todos